domingo, 19 de outubro de 2008

eu sou uma alma que te ama

nada se tem. tudo é momento. de real, somente o amor verdadeiro. é algo que se leva pra sempre. por amor, todos os dias morro. todos os dias jogo-me nas sombras do teu abismo e me encanto com teu jardim. todos os dias me caso. fico grávida de vida. meus filhos são cachoeiras. todos os dias te tenho e te vejo partir. te recebo e te digo adeus sem nenhum receio. vai que eu também vou. eu sou uma alma que te ama. te digo adeus com coragem. eu sei que sempre irei te encontrar.

Um comentário:

M. S... disse...

fiquei totalmente extasiada, sem palavras e dentro da noite faminta, morri também.