segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Depois do sonho

Depois do sonho da busca, da caminhada e da chave, recordei de uma citação do Hermann Hesse, do livro o Lobo da Estepe, que utilizei como epígrafe no meu livro:

“Você já sabe onde se oculta esse outro mundo, já sabe que esse outro mundo que busca é a sua própria alma.Só em seu próprio interior vive aquela outra realidade por que anseia. Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo, não posso abrir-lhe outro mundo de imagens além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar, a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível seu próprio mundo, e isso é tudo.”

Hermann Hesse, O Lobo da Estepe.

5 comentários:

Franzé disse...

Escutei em uma canção...

"Não é de fora que a nave vem é de dentro do peito que a nave sai"

Tudo está dentro de nós.

Bjos menina linda.

Daniel Simões disse...

Tenho a Chave, abro as infinitas Portas da Liberdade...
... mas como me libertar do elástico que está sempre me puxando para fora de Mim?
Como destruir o interruptor que aciona o mecanismo de autodestruição?
Vou quase ao Infinito e venho (tenho autorização para isso).
Mas como manter a Consciência do Infinito em tudo o que faço, sempre?
Como não ser reptilineo, insectivoro?
Como permanecer na Luz, na Paz e no Amor em tudo o que faço, digo, penso, sinto e sou?
Procuro não sentir frustração... mas como ser sempre a Renovação?
Como caminhar o Caminho do Meio?

Silvana Nunes .'. disse...

Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes.
No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Nós professores temos a faca e o queijo na mão, temos conteúdo para isso. Dá trabalho sim, mas nada paga a sensação do dever cumprido, faz bem para a alma. VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR ! SIM, NÓS PODEMOS.
Se gostar da minha proposta, siga-me.
Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois às vezes a mensagem entram com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero que entenda quando não puder responder. Os únicos sons que escuto aqui é o dos pássaros, grilos, micos., caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata.
Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !

Anônimo disse...

É a busca que nos leva ao encontro, é no caminho que nos encontramos, sempre em movimento.
Bom ouvir ter sorriso hoje, (Jo)Ana. Bom, sentir tua alegria pulsando.
Jô.

Ana Valeska Maia disse...

Bj carinhoso pata todos!!!!