domingo, 23 de novembro de 2008

Faxina

Devolvi a busca cega do que sempre soube que nunca terei.
Despachei todos os sentimentos desnecessários.
Não quero mais, cansei.
Senti um grande alívio e de mansinho foi chegando a paz.
Afastando a poeira, colocando cada coisa em seu devido lugar.
Faxina é coisa poderosa!

Um comentário:

glória disse...

faz uns dias que junto tudo que não preciso mais. retemos tantas coisas que não fazem mais o menor sentido ne? tô mais leve, embora estranhe a falta de peso. é podreoso mesmo! mas, você já é tão leve!